G Geral

Produtores de Campo Novo do Parecis sobrevivem a queda de avião; outras duas pessoas morreram

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Duas pessoas morrerram e outras duas ficaram feriadas após queda de um avião na tarde desta quarta-feira (04), em um aeroporto particular do Grupo Bom Futuro, em Cuiabá.

 

O piloto Fernando Kawahata Barreto, de 42 anos e um funcionário de uma empresa terceirizada morreram presos às ferragens da aeronave.

 

Já os produtores rurais de Campo Novo do Parecis, Adelar Jacobowski e seu irmão Valdir Jacobowski, conseguiram escapar da aeronave com vida.

 

Segundo apurado pela reportagem do Campo Grande News, Fernando tentava decolar com a aeronave, quando ocorreu o acidente. Vídeo mostra o momento em que o avião bate a asa na pista, derrapa e explode.

 

O grupo Bom Futuro lamentou o ocorrido em nota. Também informou que a empresa presta serviço de hangaragem e que o avião envolvido não é da empresa. O Seripa (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), da FAB (Força Aérea Brasileira), disse que acompanha o caso. Além disso, as causas do acidente serão investigadas pela DHPP (Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa).

 

O irmão da vítima, Marcelo Kawahata Barreto, de 47 anos, disse que Fernando trabalhava para a empresa de Campo Novo do Parecis. Contudo, nasceu e cresceu na Capital de Mato Grosso do Sul. "Mudou com a família para Cuiabá há cerca de cinco anos depois de uma proposta da empresa", lembra.

 

Ao conversar com a reportagem por telefone, Marcelo se emocionou ao lembrar das brincadeiras com os irmãos nas ruas do Bairro Coophafé, em Campo Grande. "Somos em quatro irmãos (foto abaixo). Agora ficam as lembranças da gente jogando bola na rua, ele era o caçulinha e o único que seguiu a profissão do meu pai. Se espelhou e se apaixonou pela aviação. Fazia o que gostava e, apesar de novo, era muito responsável".

 

Marcelo também conta que os patrões de Fernando, que estavam na aeronave e sobreviveram, estão prestando o apoio necessário e os trâmites para o translado do corpo até a Capital já estão sendo feitos. "Os patrões disseram que ele foi um herói", descreve o irmão. Fernando deixa dois filhos e a esposa.

 

aviaocaicuiaba2.jpeg

 

 

Com informações: Campo Grande News