C CNP

Diretor e delegada regional visitam obras da nova Delegacia de Campo Novo do Parecis

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Assessoria | Polícia Civil-MT

Obra realizada com apoio da Prefeitura do município deve ser concluída em julho de 2024


 O diretor de Execução Estratégica, Mário Dermeval Aravechia de Resende, e a delegada Regional de Tangará da Serra, Alessandrah Marquez Alecrim, visitaram na segunda-feira (08.10), as obras do novo prédio em que será instalada a Delegacia de Campo Novo do Parecis.

 

A nova unidade contará com uma estrutura de mais 653 m ² possibilitando a instalação de uma delegacia de grande porte para o município.

 

A delegacia contará com cartórios para os escrivães, salas para delegados, recepção para atendimento ao cidadão, celas para presos provisórios e outras instalações visando a melhor acomodação dos servidores e da população.

 

O projeto da nova delegacia foi aprovado pela Polícia Civil em 2022, após negociações com a Prefeitura de Campo Novo do Parecis, responsável pelo repasse de verbas para as obras, que tem o custo estimado de R$ 2,4 milhões. A construção iniciou em janeiro de 2023 com previsão de conclusão das obras em julho de 2024, podendo ser concluída antes.

 

O diretor de Execução Estratégica destacou que a construção traz um ambiente adequado para o desenvolvimento do trabalho policial e o novo prédio será entregue dentro de todos os critérios de padronização da polícia Civil.

 

“A Polícia Civil em parceria com outros órgãos vem trabalhando na modernização das delegacias, por meio de construção de novos prédios e/ou reformas nas unidades, trazendo o diferencial do atendimento ao público e a dignidade para o servidor que desempenha seus trabalhos na unidade”, destacou.

 

Para o delegado de Campo Novo do Parecis, Alexandre Segreto, a construção da nova unidade é uma marco para a Polícia Civil na cidade. “A nova sede da delegacia vai oferecer a população local um atendimento de excelência, contando com salas de atendimento para mulheres vítimas de violência doméstica e de pessoas vulneráveis, bem como proporcionar aos servidores públicos um local adequado para a realização da persecução criminal”, destacou.

 

obrasdelegaciacnp20233.jpg