P Polícia

Tês bandidos do comando vermelho morrem ao trocarem tiros com a polícia em Brasnorte

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Três criminosos morreram na noite de ontem na cidade de Brasnorte, a 185 km de Campo Novo do Parecis, após confronto com a polícia militar e civil daquele município.

 

A ocorrência foi registrada por volta das 19h30, desta sexta-feira, dia 11 de outubro, no bairro Renascer e integra a operação “Aqui estamos I”.

 

A polícia militar informou que recebeu informações de que um indivíduo identificado como Rodrigo Dantas, vulgo “Capetão” faccionado a facção comando vermelho com outros dois comparsas teriam recebido ordens da facção para executarem uma pessoa na cidade de Brasnorte e que estes suspeitos estavam fortemente armados.

 

Após receber todas as informações, a polícia militar e civil se deslocou até a residência onde estariam os bandidos e no momento da abordagem os policiais foram recebidos a tiros que acabaram revidando contra os atiradores em legitima defesa.

 

Os suspeitos atiraram várias vezes contra os policiais sendo que o para-brisa de uma viatura da polícia civil foi atingido não restando outra alternativa em usar o uso da força letal para neutralizar os criminosos.

 

Os policiais tomaram as medidas de segurança na residência afastando as armas de fogo que estavam próximo aos três feridos caídos no chão e acionaram o SAMU que ao chegar no local constatou o óbito dos três elementos.

 

Peritos da Perícia Oficial e Identificação Técnica de Juína foram acionados para Brasnorte para os trabalhos periciais.

 

Segundo a polícia, Rodrigo, vulgo, “Capetão”, morador de Brasnorte é um velho conhecido no meio policial por se de alta periculosidade e com envolvimento com o tráfico de drogas e tentativa de homicídio na região e pertencer a organização criminosa comando vermelho.

 

Os outros dois mortos ainda não foram identificados.

 

Duas armas de fogo sendo dois revólveres calibre 38 e R$ 461 foram apreendidos na residência onde estavam os suspeitos.

 

A polícia civil dará continuação na ocorrência.

 

Informações colhidas com as Polícias Militar e Civil de Brasnorte.





Publicidade
Publicidade

+ Acessadas

Publicidade