G Geral

Previous Next

Comorbidades: Entenda o que elas são e quem tem direito a receber a vacina

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

Entende-se por comorbidade a junção de duas ou mais doenças em um mesmo indivíduo. As comorbidades são divididas em três grupos: patogênicas, quando duas ou mais doenças estão etiologicamente relacionadas; Diagnósticas, quando as manifestações da doença associada são similares às da doença primária; e prognósticas, quando há doenças que predispõem o paciente a desenvolver outras.

Essas pessoas correm maior risco de serem hospitalizados e virem a óbito, caso haja o contágio pela Covid-19, isso se deve, principalmente devido ás complicações que as comorbidades acarretam, como a falta de ar. Ainda, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), quase 80% dos pacientes que contraem Covid-19, se recuperam sem a necessidade de hospitalização. Todavia, o mesmo não acontece com idosos e pessoas com comorbidades, que ficam gravemente doentes.

O cadastramento, em Campo Novo do Parecis, vem sendo realizado em duas fases, a primeira fase acolheu indivíduos com comorbidades síndrome de down; pessoas com doenças renais que fazem tratamento por diálise; gestante e puérperas (passaram há menos de 45 dias pelo parto) com alguma comorbidade (ambos os casos, maiores de 18 anos); pessoas com 55 a 59 anos com comorbidade e pessoas com deficiência permanente cadastradas no programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos.

Já a segunda fase, que se inicia após completar a faixa das pessoas de 55 a 59 anos, ficará aberta a vacinação para demais pessoas com comorbidades, deficiência permanente devidamente cadastradas no BPC e gestantes e puérperas independentemente de condições pré-existentes e divididas por idade. Respectivamente, a vacinação ocorrerá em pessoas com 50 a 54 anos, 45 a 49 anos e assim por conseguinte até os 18 anos.

Para comprovar a doença e ter direito ao cadastramento e posteriormente a vacinação, é preciso ter entre 18 e 59 anos (pessoas a partir de 60 anos entram no grupo dos idosos.) e deverão levar até sua unidade de saúde um documento médico com a descrição da condição de saúde do indivíduo (laudo médico, exames, receitas, prescrição médica, dentre outros) ou CID (Código Internacional da Doença), assinado e carimbado com o registro do CRM do médico, original. Bem como o Cartão Nacional de Saúde e o documento com CPF.

Confira as descrições das comorbidades incluídas como prioritárias para a vacinação contra a covid-19: