C CNP

Previous Next

Com a Reabertura Das Escolas Municipais de Educação Infantil, Muitas Crianças Retornam ás Aulas Presenciais

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Iniciada em 21 de junho, segunda-feira, as aulas presenciais nas redes municipais de educação infantil, permitiu a volta de muitas crianças para as salas de aula, ainda que de modo híbrido. Desde o início da pandemia em 2020, alunos e professores mantiveram apenas aulas remotas, e poder voltar a sala de aula, após mais de um ano sem contato, é um marco para ambos.

“O sentimento é de muita alegria porque desde que a gente se afastou das nossas atividades com as crianças já estávamos nos preparando para esse retorno, e por muitas vezes planejávamos retornar, mas olhávamos sempre os índices de contaminação por Covid-19, e precisávamos recuar.  Então, receber as nossas crianças agora está sendo muito gratificante, tanto para nós quanto para eles também. É maravilhoso ver o sorriso e a alegria estampada no rosto deles por, finalmente, poder retornar a escola.”, comenta Marilei Bahnert, diretora da Escola Municipal de Educação Infantil Hestha Beata Kettener Heidemann.

WhatsApp_Image_2021-06-23_at_13.29.25_2.jpeg(Fotos por: Alex Felipe.)

A volta ás aulas não aconteceu de uma hora pra outra, um plano de retorno foi elaborado pela secretaria de educação em conjunto com a secretaria de saúde, dando liberdade para as escolas para adaptação do plano segundo sua demanda. Em seguida, esse plano foi encaminhado aos pais, juntamente com um termo de aceitação ou negação, tal decisão ficou aberto a critério da família, para que aqueles que se sentissem seguros retornar a criança as aulas presenciais, assim o fizesse. Bem como, aquele que ainda não se sente totalmente seguro, manteria a criança em casa recebendo o atendimento de forma remota (online ou através das apostilas).

“No início, no mês passado, quando começamos, a receber os termos de aceite ou recusa, percebemos que aproximadamente 60% dos pais aceitaram a volta ás aulas. Porém, agora, depois que as aulas retornaram, há pais vindo o tempo todo na escola para mudar o termo e começar a trazer as crianças. Então vemos que a aceitação está aumentando.”, pontua.

Com a vacinação dos profissionais da educação contra o novo Corona Vírus, pais e professores ficam mais tranquilos, apesar de ser a primeira dose, pois há uma sensação de maior segurança. “Querendo ou não, muitas crianças estão na educação do município, principalmente na educação infantil. Ela vai movimentar em torno de 5 a 10 mil pessoas, entre familiares, professores, familiares de professores, familiares de funcionários em geral, então realmente movimenta muitas pessoas, e a preocupação era muito grande, da parte dos profissionais, mas agora que eles já receberam a primeira dose da vacina e estão bem mais tranquilos. E, consequentemente, as famílias também se sentem mais confiantes.”, completa Marilei. 

WhatsApp_Image_2021-06-23_at_13.29.25_1.jpeg(Foto por: Alex Felipe.)