A Agro

Campo Novo do Parecis é a 63ª que mais exporta no Brasil no 1º trimestre de 2018

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

No primeiro trimestre de 2018, Campo Novo do Parecis exportou US$ 192,3 milhões de dólares, um acréscimo de 23,73% em relação ao mesmo período do ano passado.


 

Oito cidades de Mato Grosso estão na lista dos 100 maiores municípios exportadores do Brasil. Sorriso, Rondonópolis, Campo Novo do Parecis, Nova Mutum, Sapezal, Sinop, Lucas do Rio Verde e Diamantino somam juntos US$1,5 bilhão em exportação. A receita representa 41% dos US$3,6 bilhões gerados pelo estado em vendas externas no primeiro trimestre de 2018. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic).

 

De acordo com o Mdic, Sorriso é o grande destaque do estado. O município ocupa a 34ª posição no ranking nacional, acumulando US$354,5 milhões. Ainda segundo o levantamento, Sorriso aumentou 2,6% os envios em relação amo mesmo período de 2017. A soja, mesmo triturada, representa a maior parte do montante, US$213,2 milhões. Apesar do valor significativo, a soja registrou queda de 26,44% nas negociações. Contudo, o milho é o grande destaque. A venda do cereal aumentou 394,23%, o que representa U$126,5 milhões.

 

Rondonópolis é o 46º município do país que mais exportou entre os meses de janeiro e março. A soma de US$ 264,8 milhões é 21,76% superior ao registrado em 2017. Apenas em tortas e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja foram negociados US$ 213,2 milhões.

 

A cidade de Campo Novo do Parecis, conhecido como a capital da diversidade de culturas de 2ª safra no país, está no 63º lugar nacional, com US$ 192,3 milhões. O valor representou um aumento de 23,73% em relação ao mesmo em 2017. A soja, mesmo triturada, foi responsável por US$ 125,8 milhões.

 

Ainda de acordo com o levantamento do Mdic, Nova Mutum aparece na 67ª posição, com US$ 186 milhões, Sapezal em 75º com US$ 154,9 milhões, Sinop em 92º com US$ 122,7 milhões, Lucas do Rio Verde em 94º com US$ 117,7 milhões e Diamantino em 99º com US$ 113,8 milhões.

 

Entre janeiro e março deste ano, o estado de Mato Grosso registrou as cifras de U$3,65 bilhões em exportações, firmando-se como o sexto maior exportador brasileiro. Este montante supera o valor do ano passado em 11,64%, quando US$3,29 bilhões foram computados.

 

Fato Agro