The Best bookmaker bet365

Menu

Bebê agredida em Rondonópolis respira com a ajuda de aparelhos

A menina de 1 ano e nove meses, que teria sido espancada pelo padrasto e pela mãe, continua internada nesta segunda-feira (26) em estado gravíssimo na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da Santa Casa da cidade de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.
 
De acordo com informações da unidade de saúde, a criança respira com a ajuda de aparelhos e está em coma induzido desde sexta-feira (23.
 
Segundo a Polícia Civil, a mãe da menina, de 21 anos, e o padrasto, de 22, foram presos em flagrante por suspeita de terem agredido a criança. O casal negou a agressão e afirmou que a menina caiu da cama.
 
Conforme informações da Santa Casa, a criança teve hemorragia e possui diversos hematomas em todo corpo, principalmente no rosto e nas costas.
 
A família vive em Jaciara, a 148 km de Cuiabá, e procurou o hospital dessa cidade na quinta-feira (22). Devido ao estado grave de saúde, a criança precisou ser transferida para Rondonópolis.
 
Os funcionários desconfiaram da história relatada pelos parentes e chamaram a Polícia Civil. Os pais estão detidos em unidades prisionais da região.
 
Fonte: G1
Leia mais ...

Familiares retidos no Presídio de Pedrinhas são liberados

  • Publicado em Brasil
O secretário de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) do Maranhão Sebastião Uchôa confirmou, em entrevista ao G1 na manhã desta segunda-feira (26), que foram liberados os familiares de detentos que estavam sendo retidos na Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, desde a tarde de domingo (25).
 
"Os parentes foram liberados tranquilamente. Nós fizemos alguns cortes normais nas reivindicações e atendemos outras. O que foi atendido foram os colchões, os kits de higiente, a aceleração na avaliação de visitas e o afastamento de um monitor que eles achavam muito truculento. Estamos analisando agora uma medida disciplinar porque eles quebraram uma regra disciplinar da cadeia", explicou.
 
Uchôa fez ainda uma correção no número de familiares retidos divulgados pela secretaria. Segundo ele, 38 pessoas permaneceram na unidade prisional na tarde domingo (25) e seis delas foram liberadas no mesmo dia.
 
Agora, 32 pessoas teriam deixado a unidade. Anteriormente, a Sejap havia dito que 25 parentes estavam junto com os presos na unidade prisional.
 
Em nota, a secretaria confirmou a liberação e disse que os familiares dos detentos decidiram permanecer na unidade de forma solidária.
 
Leia a íntegra da nota da Sejap abaixo:
 
A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informa que foram liberados, no fim da manhã desta segunda-feira (26), todos os familiares que estavam retidos por parentes presos, na Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) de Pedrinhas, em São Luís.
 
A liberação ocorreu após a retomada das negociações com os detentos, com participação de representantes da Sejap, da Comissão de Direitos Humanos da OAB e dos presos, juntamente com seus familiares.
 
Reitera que os familiares dos detentos decidiram permanecer na unidade de forma solidária. Os presos que não deixaram os parentes saírem entregaram lista de exigências neste domingo (25)
 
Fonte: G1
Leia mais ...

Acidente na MT-242 próximo a Sorriso deixa um morto

Um motociclista morreu, agora há pouco, em um acidente na MT-242, a cerca de cinco quilômetros de Sorriso sentido Ipiranga do Norte.

Os primeiros indícios apontam que Denir dos Santos Queiroz, 43 anos, teria perdido o controle da direção da Honda CG Titan Fan preta, colidiu contra o meio fio e caiu.

A identidade da vítima foi confirmada pela Polícia Civil. Ele não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo no local.

A princípio está descartada a possibilidade de envolvimento de um segundo veículo.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) já está no realizando a análise do local e recolher o corpo até o Instituto Médico Legal (IML).

Ainda não foi confirmado se ele é morador de Sorriso. 

 

Fonte: Só Notícias

Leia mais ...

Falta de médico causa mortes em UTI no PS de Cuiabá

Um médico do Pronto Socorro de Cuiabá denunciou, no programa Fantástico, da Rede Globo, deste domingo (25), que pacientes morrem na UTI por falta de tratamento adequado. 
 
Segundo o programa, o médico, que preferiu não se identificar, faz uma revelação assustadora: a UTI do maior hospital de Cuiabá chega a funcionar sem médicos. 
 
“São vários plantões em que não há medico na UTI. É como estar num avião sem piloto”, disse.
O Fantástico relatou que a Prefeitura de Cuiabá negou a acusação. "Mas o repórter Eduardo Faustini teve acesso a oito comunicados internos, dos últimos três meses, avisando a direção do hospital sobre períodos em que a UTI ficou sem médico algum."
 
“Não foram nem um nem dois casos de pacientes que poderiam ter saídos vivos das UTIs do pronto-socorro e não saíram. Saíram mortos. Porque eles não tiveram o cuidado adequado. Isso acontece frequentemente”, afirmou o médico ao Fantástico.
 
Em rede nacional, ele disse que "recebe orientações do hospital para mentir sobre a hora da morte do paciente".
 
“A família vai chegar na hora da visita, o senhor diz que morreu um pouquinho mais tarde pra família não desconfiar que morreu num plantão sem médico. Eu não mudo o horário do óbito porque isso ultrapassaria a minha capacidade de ser conivente com essa situação dentro do pronto-socorro”, confessou o médico.
 
Liminares
 
O programa relatou o drama da Dona Alaíde, de 62 anos. "Ela tinha no cérebro dois aneurismas - que é quando um vaso sanguíneo incha muito. Ele pode estourar e provocar uma hemorragia. Um deles já tinha se rompido e ela quase não conseguia falar."
 
Médico denuncia que horários de mortes são alterados
 
O repórter Eduardo Faustini acompanhou a luta de Dona Alaíde em busca de tratamento.
 
"O caso é muito grave. No relatório médico, do dia 22 de abril, o médico alerta para o risco de morte. Duas semanas depois, repete o aviso, desta vez em letras garrafais. Dona Alaíde pode morrer. A esperança é uma cirurgia."
 
A filha conseguiu na Justiça uma decisão liminar que obriga o hospital a realizar o tratamento.
 
“Entramos com a liminar, no centro de regulação já foi liberado, mas no Hospital Geral, o Estado não está pagando, então é uma situação muito difícil”, disse a filha Elaine.
 
Esta é uma situação comum em Cuiabá e em vários outros pontos do Brasil. Muitos pacientes só conseguem tratamentos por força de liminares, mas nem todos. Mesmo com uma decisão judicial na mão, essa mulher não conseguiu uma cirurgia para a mãe, que está com uma veia entupida na perna.
 
Paciente consegue liminar, mas hospital não faz cirurgia
 
"Lembra de Dona Alaíde, que mostramos no início desta reportagem? Ela tinha conseguido uma liminar para ser operada, mas o hospital não fez a cirurgia. Na última quarta-feira, o outro aneurisma que tinha no cérebro se rompeu. E ela morreu no dia seguinte. No velório, a tristeza da filha, que lutou durante 40 dias para salvar a vida da mãe". 
 
"Em nota, a Secretaria de Saúde de Cuiabá diz que a paciente fez o exame de angiografia exigido pela Justiça. Quanto à operação, também exigida pela Justiça, a secretaria diz que ela já estava agendada, mas que, antes disso, infelizmente, Dona Alaíde veio a falecer. A secretaria não informa, no entanto, quando Dona Alaíde seria operada".
 
Fonte: Midia News
Leia mais ...
Assinar este feed RSS

Usando sua conta do Facebook para comentar você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas pelo Portal de Notícias Parecis.Net.

The best bookmaker bet365.artbetting.co.uk