The Best bookmaker bet365

Menu

Pesquisa entre Embrapa e IFMT Campo Novo do Parecis visa relacionar abelhas com o aumento da produtividade da soja

Projeto de pesquisa realizado em parceria entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa Soja e Instituto Federal de Mato Grosso – IFMT campus Campo Novo do Parecis está investigando as relações entre as abelhas, insetos polinizadores, e os sistemas de produção de soja.
 
Desenvolvido desde o ano de 2016, na Fazenda São Paulo, propriedade de Vitório Herklotz, parceiro do IFMT campus Campo Novo do Parecis. O projeto “Desempenho, comportamento e padrão de forrageamento de abelhas Africanizadas em cultivo de soja (Glycine max (L.) Merril) e sua relação com o potencial produtivo da cultura” visa elevar os conhecimentos científicos sobre a relação de uma das principais culturas agrícolas mundiais, a soja, e esses polinizadores, a fim de investigar a conexão com a produtividade da leguminosa.
 
A proposta se justifica visto que, uma das hipóteses com as quais os pesquisadores trabalham é de que a presença de insetos polinizadores poderia complementar a fecundação das flores da soja, aumentando sua produtividade.
 
O projeto vem sendo desenvolvido, sob coordenação do Pesquisador da Emprapa Soja Décio Luiz Gazzoni, do doutorando da Universidade Estadual de Maringá, Cláudio Gomes da Silva Júnior e colaboração da Professora Doutora em Entomologia, Mariana Closs Salvador e dos estagiários e bolsistas, Angria Ferreira Donato, Iuri Kauan Wons, Rafael Leandro de Oliveira e Tatilelli Alves Ludugerio, todos discentes do curso de Bacharelado em Agronomia do IFMT de Campo Novo do Parecis.
 
Segundo a professora Mariana Closs Salvador, a parceria estabelecida enriquece a formação dos discentes do IFMT, uma vez que, permite com que tenham contato com as pesquisas desenvolvidas em uma das maiores empresas de inovação tecnológica focada na geração de conhecimento e tecnologia para agropecuária brasileira. Além disso, a pesquisa em questão aborda uma temática bastante atual e uma das grandes preocupações do meio científico, os polinizadores. A compreensão da relação entre a atuação de abelhas e o incremento da produtividade da cultura da soja, pode contribuir para diminuir a pressão sobre as áreas de vegetação natural. Para a cultura da soja existe uma dificuldade na identificação de déficits de polinização, pois trata-se de uma espécie autógama , com mecanismos que facilitam a autopolinização. “Mesmo assim, estudos apontam que algumas espécies autógamas apresentam aumentos de produtividade quando recebem visitas de polinizadores naturais”, complementou Mariana. A professora destaca ainda que o contato direto com agentes de polinização e as discussões estabelecidas no que tange a sua importância contribui para que os alunos reflitam sobre o uso massivo e generalizado de defensivos agrícolas no cultivo da soja e possam atuar de forma a modificar essa realidade.
 
O projeto de pesquisa está em seu segundo ano de realização. A Embrapa-soja fornece todo material de consumo necessário para sua execução além de conceder bolsas de estágio no valor de R$ 600,00. Para safra 2016/2017 foram quatro bolsistas contemplados e estes receberam certificado do período de estágio. Para safra 2017/2018 o número previsto é de seis bolsas para discentes do IFMT.
 

Pesquisa com abelhas entusiasma estudantes

Os alunos bolsistas do projeto são discentes do curso superior de Bacharelado em Agronomia do IFMT campus Campo Novo do Parecis, que estão tendo a oportunidade de vivenciar uma experiência inovadora. Eles estão conhecendo etapas da pesquisa científica e tecnológica, além de colaborar com a execução do projeto.
 
Para a aluna Angria Donato, o projeto proporcionou a oportunidade de acompanhar o desenvolvimento da soja e os cuidados com as abelhas. “Tive a oportunidade de ter contato direto com a apicultura. Além disso, trabalhamos ainda no laboratório de entomologia com a criação de lagartas, podendo observar os ensinamentos da disciplina de entomologia, sobre as características e comportamento das lagartas. Pessoalmente tive a oportunidade de conhecer pessoas novas e trabalhar em campo”, complementou.
 
Sua colega no projeto, Tatielli Alves Ludugerio, também ressalta a importância da oportunidade gerada pelo projeto e enfatiza a relevância que a experiência está gerando em sua vida pessoal, “na questão de adquirir maior autoconfiança, responsabilidade e melhorar os relacionamentos interpessoais, uma vez que lidamos com diferentes pessoas”, explicou.
 
O aluno Iuri Kauan Wons salienta que estagiar com a Embrapa é um diferencial e proporciona a chance de adquirir e desenvolver habilidades, referentes a uma área que, embora seja pouco explorada no curso, complementa e muito sua aptidão como futuro profissional.
 
O projeto de pesquisa, que visa entender a relação entre a soja e as abelhas, de modo que as descobertas melhorem a produtividade e a preservação dos polinizadores tem sido de grande importância para os alunos do IFMT de Campo Novo do Parecis. “Acredito que o projeto tem servido como uma porta de entrada para novos conhecimentos em nossas vidas e que os conhecimentos adquiridos irão contribuir para nos fornecer mais maturidade e autoconfiança. No desenvolvimento de quaisquer projetos, interno ou externo ao campus. Inicialmente acredito que qualquer aluno sinta certa insegurança quanto ao seu desenvolvimento durante as atividades. Será que eu vou me sair bem nisso? Ao longo do desenvolvimento dos trabalhos essas inseguranças vão sendo desfeitas. Aprendemos que não temos a obrigação de saber de tudo, mas que devemos aproveitar a oportunidade de aprender o máximo possível com as pessoas com quem temos a oportunidade de trabalhar, confiar no conhecimento do nosso orientador e ter responsabilidade de fazer o que nos é passado. Tivemos a oportunidade com esse projeto de adquirir conhecimentos em uma área que pode-se dizer pouco convencional no curso (apicultura), pôr em prática conhecimentos adquiridos na área de entomologia, conhecer diferentes profissionais e tudo isso trabalhando para uma empresa referência no que diz respeito ao setor agrícola, uma oportunidade que poucos tem e me sinto feliz pela oportunidade de participar”, finalizou Tatielli
 
 Carla Londero – Ascom IFMT Campus Campo Novo do Parecis

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...

Produção estadual de grãos terá queda, prevê Conab

A safra 17/18 de grãos de Mato Grosso será até 4% menor em relação à ultima temporada, que bateu recorde. Segundo previsão da Conab, divulgada na semana passada, o atual ciclo produzirá 59,481 milhões de toneladas, menor que as de 16/17. Na melhor previsão elaborada pela estatal serão colhidas 60,322 milhões (t) em Mato Grosso, com redução de 2,7%.
 
As projeções de queda são resultado da baixa na produtividade, influenciada, principalmente, pelo clima, devido à chegada tardia das chuvas.
 
De acordo com o gerente de levantamento e avaliação de safra da Conab, o clima é o principal culpado para a queda na produtividade na temporada atual, já que no ano anterior ele influenciou o resultado de maior safra da história.
 
O gerente da Conab avalia que, apesar da queda, Mato Grosso se manterá como o maior produtor de grãos do país nos próximos anos. 

Compartilhar esta postagem

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
Read more...
Subscribe to this RSS feed
Banner 640X100 WhatsApp

Comentários Facebook API

Usando sua conta do Facebook para comentar você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas pelo Portal de Notícias Parecis.Net.

The best bookmaker bet365.artbetting.co.uk