P Política

Pré-candidato Pim menospreza MDB, desrespeita memória de ex-prefeito e diz que partido não tem candidato

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A declaração de que o partido político MDB - Movimento Democrático Brasileiro, não teria candidato para disputar o cargo de prefeito nas eleições de 2020 em Campo Novo do Parecis causou inquietação nos simpatizantes do ex-prefeito Mauro Valter Berft, falecido há poucos dias.

 

Sebastião Carlos Pim teria se empolgado com o rumo que se deu nas articulações políticas após o falecimento do ex-prefeito, e de forma infeliz e sem respeitar o momento de luto que tantos passam pela recente perda da grande liderança política que foi Mauro Valter Berft, declarou durante entrevista à Rádio Cidade no último dia 12 que, “O MDB não terá candidato a prefeito em Campo Novo do Parecis”, de certa forma menosprezando o partido, que tinha Mauro, como líder político.

 

Vale lembrar que Pim já foi derrotado pelo MDB nas eleições de 2012, quando Mauro venceu a disputa com certa facilidade e que em 2016, o então pré-candidato deixou seus apoiadores “na mão” após abandonar a pré-candidatura no último dia das convenções partidárias.

 

Pim tenta emplacar sua pré-candidatura impulsionado pelo atual Senador Carlos Fávaro, tido como traidor de Mato Grosso, pois não aceitar o resultado das urnas onde foi derrotado nas eleições de 2018 e para alcançar o poder, teria arquitetado a cassação da ex-senadora Selma Arruda.

 

O vereador Gilberto Viera também dá sustentação à pré-candidatura de Pim, se colocando como vice na possível chapa.