P Polícia

Taxista encontrado morto em cela em Campo Novo do Parecis era procurado pela justiça por homicídio

Avaliação do Usuário: 4 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativa
 

O ex-taxista Antônio Fernandes, 60 anos, que cometeu suicídio dentro da cela da delegacia de Campo Novo do Parecis após ser preso acusado de tentar matar uma garota de programa com golpes de marreta em um motel da cidade era procurado pela justiça, suspeito de participar da morte de Fábio José Macedo, morto aos 35 anos, no dia 21 de janeiro deste ano.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais militares conduziram Antônio, vulgo Braquiara, para a delegacia e ao realizar a checagem no sistema encontraram um mandado expedido pela Segunda Vara Cível da Comarca de Diamantino no dia 14 de fevereiro para que fosse cumprida a prisão preventiva do suspeito pelo crime de homicídio.

 

Fábio José foi encontrado às margens da MT 235, a cerca de 50 quilômetros de Campo Novo do Parecis e em seu corpo havia 5 perfurações por arma de fogo.

 

Não se sabe que tipo de participação Braquiara teve nesse crime.

 

O suicídio de Antônio Fernandes, vulgo Braquiara

 

O idoso e taxista de 60 anos, Antônio Fernandes, de 60 anos, mais conhecido como “Braquiária”, foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (05), por volta das 08h30, na cela da delegacia de Polícia Civil de Campo Novo do Parecis. Segundo a polícia, ele teria se enforcado usando a própria camisa. Ele foi preso na noite anterior após desferir golpes de marreta na cabeça de uma garota de programa.

 

Leia também:

 

Idoso usa marreta e golpeia cabeça de garota de programa em motel de Campo Novo do Parecis

 

Ainda segundo informações da Polícia, ele estava sozinho na cela quando foi encontrado já sem vida.

 

A POLITEC foi acionada e após investigações, deverá descobrir as causas da morte do taxista.