P Polícia

Golpistas criam perfil falso de entregador debochado por ex-miss para captar dinheiro

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Golpistas estão se aproveitando da repercussão do caso do entregador Luiz André, de 22 anos, zombado pela ex-miss Campo Novo do Parecis Bruna Figueiredo, de 21 anos, para tentar ganhar dinheiro. Um perfil falso foi criado no Instagram para divulgação de uma ‘Vakinha’ online. Na última quinta-feira (24), a modelo publicou em seu Stories, do Instagram, um vídeo debochando do jovem que fazia entregas da Uber Eats de bicicleta.

 

A plataforma diz que o objetivo é arrecadar R$ 4 mil para Carteira Nacional de Habilitação (CNH). No entanto, Luiz já ganhou patrocínio, quando foi surpreendido com a doação de uma motocicleta Honda Pop, do Grupo Mônaco, na última segunda-feira (28). O jovem contou que fizeram vários perfis falsos com seu nome, com objetivo de conseguir dinheiro. Entretanto, ele possui apenas uma conta na rede social.

 

Luiz trabalha há cerca de um ano como frentista em um posto de combustíveis. Morador do bairro Santa Izabel, na Capital, ele disse que alguns amigos haviam mandado o vídeo para ele, por meio do WhatsApp. “Quando abri, reconheci que era eu mesmo. Já tinha mais de 200 mil visualizações, estava espalhado para vários lugares de Mato Grosso. Eu fiquei triste, desanimado”, lembra.  

 

Diante da repercussão, várias pessoas começaram a procurar pelo jovem, que faz entregas para ganhar uma renda extra há aproximadamente um mês. “As pessoas começaram a procurar quem era o entregador. Em nenhum momento fiquei com raiva, mas fiquei constrangido e pensando o porquê de ela ter feito aquele vídeo”.

 

A repercussão gerou a circulação de uma notícia falsa de que o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, havia doado uma motocicleta para Luiz. No entanto, ele desmentiu o boato.

 

No sábado (26), Bruna publicou uma nota em que se desculpa pelo ocorrido. “Eu lamento profundamente pelo fato, apesar de jamais haver maldade em meu coração quanto ao que postei, sei que a interpretação é individual, e respeitando e entendendo isto, de ter me expressado de mal forma, pois não foi minha intenção debochar ou zombar com o rapaz, seu meio de transporte, ou do emprego que exerce”, escreveu a miss.

 

O comunicado veio a público um dia após a organização do concurso Miss Mato Grosso 2019 cancelar o título da modelo. No vídeo no qual zombava do entregador, ela dizia o seguinte: “Eu não acredito. Está ruim para mim, está ruim para você, está ruim até para o Uber Eats. Olha isso daqui. Não é desmerecendo o trabalho do menino, mas é aí que você vê o porque sua comida chega atrasada. A pessoa além de estar de bicicleta, está na marcha lenta, não está conseguindo subir a ladeira”, disse a modelo no vídeo.

 

Com Informações Fabiana Mendes Olhar Direto