P Polícia

Cão farejador da PRF localiza 16 kg de cocaína em carreta com placas de Campo Novo do Parecis

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O cão farejador Rango entrou em ação após a Polícia Federal receber informações de que o veículo carregado com algodão transportava também entorpecentes.


Cão farejador da Polícia Rodoviária Federal (PRF), K-9 Rango, localizou cerca de 16 Kg de substância análoga à cocaína em uma carreta com placas de Campo Novo do Parecis durante ação de apoio à Polícia Federal (PF) na BR-070. O flagrante foi feito no final da tarde desta quinta (25), no km 503 da BR-070, em Várzea Grande, no pátio de um posto de combustível onde o veículo estava estacionado.

 

O Grupo de Operação com Cães da PRF entrou em ação após a Polícia Federal receber informações de que o veículo carregado com fardos de algodão transportava também entorpecentes. Foi o K-9 Rango, um Pastor Belga Malinois de 2 anos, quem indicou que o tambor onde deveria ser trasportada água tinha mesmo era substância entorpecente.O Grupo de Operação com Cães da PRF entrou em ação após a Polícia Federal receber informações de que o veículo carregado com fardos de algodão transportava também entorpecentes. Foi o K-9 Rango, um Pastor Belga Malinois de 2 anos, quem indicou que o tambor onde deveria ser trasportada água tinha mesmo era substância entorpecente.

 

Os cerca de 16kg da droga estavam divididos em tabletes. O motorista e também proprietário do caminhão, um homem de 42 anos, recebeu voz de prisão por tráfico drogas. Há informações de que ele levaria a carga do Mato Grosso até São Paulo. A suspeita é que mais ilícitos estejam escondidos no veículo que foi levado para o pátio conveniado da PRF. A Polícia Federal dará prosseguimento à ocorrência.Os cerca de 16kg da droga estavam divididos em tabletes. O motorista e também proprietário do caminhão, um homem de 42 anos, recebeu voz de prisão por tráfico drogas. Há informações de que ele levaria a carga do Mato Grosso até São Paulo. A suspeita é que mais ilícitos estejam escondidos no veículo que foi levado para o pátio conveniado da PRF. A Polícia Federal dará prosseguimento à ocorrência.

 

Com informações: PRF-MT