C CNP

Quer aproveitar de verdade a Black Friday? Procon dá dicas para evitar ciladas

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Uma das datas comerciais mais esperadas pelos consumidores está chegando, mas esteja atento para não ser enganado e conseguir de fato aproveitar as promoções. Marcada para sexta-feira, 29 de novembro, a Black Friday tem a expectativa de movimentar as vendas nas lojas físicas e na internet, com muitas ofertas e descontos para os consumidores. Porém, existem empresas e pessoas mal-intencionadas com falsas ofertas. Mas como se proteger e não ser vítima da Black Fraude?

 

Segundo Naiara Lopes Queiroz, Diretora Executiva do Procon de Campo Novo do Parecis, nesse período é comum acontecer a prática de propaganda enganosa, empresas falsas enviando e-mails e ofertas em redes sociais, lojas que, dias antes, aumentam o valor do produto para na Black Friday dar desconto, entre outras irregularidades.

 

Por isso o Procon de Campo Novo do Parecis preparou algumas dicas para aqueles que pretendem desfrutar da Black Friday 2019.

 

DICA 1: Desconfie de preços muito baixos

Preços muito abaixo da média do mercado pode sinalizar golpe ou produto de qualidade ruim;

 

DICA 2: Cautela

Cuidado com ofertas enviadas por e-mail ou em redes sociais. Sempre verifique informações básicas como o nome da empresa, CNPJ, CPF, endereço físico ou eletrônico e demais informações que possibilitem o contato e a localização.

 

DICA 3: Evite depósitos quando em compras on-line

Prefira usar o cartão de crédito ou pagar através do boleto bancário, sendo, nessa última opção, imprescindível conferir se o nome do beneficiário está correto.

 

DICA 4: Fique atento ao preço do frete

Muitas vezes a oferta parece ser boa, mas o valor do frete não compensa a compra.

 

DICA 5: Pesquise

O consumidor deve ter ideia do preço do produto que vai adquirir. Neste caso, a sugestão é fazer uma pesquisa no mercado antes de efetuar a compra.

 

DICA 6: Lembre-se do prazo para desistência

O consumidor pode desistir do contrato, no prazo de 7 dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto, ou serviço, sempre que a contratação de fornecimento de produtos e serviços ocorrer fora do estabelecimento comercial, especialmente por telefone ou a domicílio.

 

DICA 7: Saiba dos prazos para reclamar

De acordo com o artigo 26 a lei federal 8.078/90 que regulamenta o código do consumidor, o prazo para reclamação para vícios aparentes ou de fácil constatação é de 30 dias tratando-se de produtos ou serviços não duráveis como alimentos, lavagem de automóveis, lavanderia, etc. Em relação a produtos e serviços duráveis como móveis, eletrodomésticos ou consertos e reparos, o CDC determina que o prazo para reclamação é de 90 dias. A contagem do prazo inicia-se após a entrega do produto ou término da execução do produto.

 

“Na Black Friday, o melhor caminho para os bons negócios ainda é a informação, somada aos cuidados para não cair no engano de comprar produtos ou serviços pagando o preço normal que existiria em qualquer período do ano. Caso seja enganado, uma ferramentas eficaz é a denúncia da má conduta de que foi vítima ao Procon” disse Naiara.