C CNP

Projeto Agente Mirim abre inscrições para turma de 2018

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O Agente Mirim (Agem) é um projeto social desenvolvido por agentes penitenciários e outros profissionais voluntários de Campo Novo do Parecis, com atividades voltadas a cidadania, hierarquia, disciplina e família, que inclui acampamentos, treinamento físico mirim, instruções ministradas pela segurança pública, trânsito e bombeiros, palestras realizadas pelos órgãos da justiça, conselho da criança e profissionais da saúde. Acontece nas quartas-feiras no contra turno escolar e aos sábados pela manhã, para jovens entre 12 e 17 anos.

 

Este ano serão ofertadas 163 novas vagas divididas em dois turnos, sendo reservadas para:

  • Escolas públicas (30);
  • Portadores de necessidades especiais (Adcanp e Apae) (02);
  • Terceira idade (01);
  • Demais vagas abertas para ampla concorrência (Agente Mirim 90 e Lobinho 40).

 

A novidade para este ano é a abertura de vagas para crianças entre 08 a 11 anos, chamados de Lobinhos.

 

Para se inscrever na nova turma de Agente Mirim e Lobinhos, os responsáveis deverão comparecer na sede do projeto (Anexo a Cadeia Pública) no dia 25 de fevereiro das 09h às 11h, para retirar a senha e a ficha de inscrição.

 

No dia 17 de Março, os responsáveis deverão entregar a documentação completa para efetivar a sua vaga ou para permanecer no cadastro reserva. Se por acaso, o candidato não estiver com a documentação completa no dia, sua posição será dada aos candidatos com cadastro reserva que estiverem entregue toda a documentação.

 

Clique aqui para acessar o edital.Clique aqui para acessar o edital.

 

Ampliação do espaço físico restringe o início das atividades do Agem

No ano de 2017 formaram-se 120 alunos, além dos 63 que permaneceram do ano de 2016. “Este ano gostaríamos de atender um número maior de jovens, porém nosso espaço físico está limitado”, comenta o coordenador do Projeto Fábio Aguiar. Iniciou-se algumas obras de ampliação da cozinha e salas para atendimento de médico, assistente social e neuropsicopedagogas, além de uma sala para depósito de materiais das atividades físicas e fanfarra.

 

Com isso o projeto pede ajuda à população para a compra ou doação de materiais de construção para finalização das obras e início das atividades. Os materiais incluem tijolo, cimento, areia, entre outros. Para maiores informações você pode comparecer na sede do projeto (anexo a cadeia pública) e ainda ligar nos telefones (65)9 9902-2106 / (65) 9 9622-7899.