C CNP

Projeto AGEM de Campo Novo do Parecis é finalista do Prêmio Fundação André e Lucia Maggi

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O Projeto Agente Mirim (AGEM), desenvolvido por agentes penitenciários de Campo Novo do Parecis, concorre na categoria Melhores Impactos, do Prêmio Fundação André e Lúcia Maggi, destinada aos projetos cujas ações tenham alcançado resultados mais significativos junto aos beneficiários.

 

A votação é feita através do link: https://www.fundacaoandreeluciamaggi.org.br/areas-atuacao/premio-fundacao-andre-e-lucia-maggi/

 

Os internautas irão localizar a aba "Categoria Melhores Impactos” e marcar a opção “Associação dos Servidores Públicos Penitenciários de Campo Novo do Parecis (Agente Mirim) - Campo Novo do Parecis (MT)”, e em seguida clicar na opção concluído.

 

O Prêmio André e Lucia Maggi reconhece e incentiva as melhores práticas de instituições e empreendedores sociais que contribuem para o desenvolvimento local sustentável das comunidades onde a AMAGGI atua.

 

Premiará os três primeiros colocados em todas as categorias, sendo 40 mil reais para o primeiro colocado, 20 mil para o segundo e 10 mil para o terceiro colocado.

 

As organizações vencedoras recebem troféu na cerimônia de premiação, que acontecerá no dia 28 de novembro em Cuiabá (MT), além da premiação em dinheiro, capacitações, visitas técnicas e mentorias.