C CNP

Pilotos de Campo Novo do Parecis dão show em provas de Velocidade na Terra

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

As disputas foram acirradas e decididas nos detalhes.


Cuiabá se tornou a Capital Nacional da velocidade com as grandes finais do Campeonato Brasileiro e Estadual de Autocross, 300 Milhas Autocross e 100 Milhas de Marcas e Pilotos (Turismo) onde o público pôde acompanhar  as disputas de carros como Fuscas, Gols e Unos em uma mesma competição.

 

O evento foi realizado entre os dias 24 a 26 de novembro reunindo um grande número de pilotos nas categorias Autocross e Turismo e contou com a participação de pilotos que disputam o Estadual de Fuscacross.

 

No lugar da tradicional poeira a lama foi a protagonista das provas deixando a pista escorregadia aumentando a atenção e a adrenalina dos pilotos e equipes.

 

 

A grande final do Brasileiro de Velocidade na Terra foi realizada no sábado, aonde o piloto Camponovense Marlon Fedrizzi fez a Super Pole Position e após três baterias de 20 minutos mais duas voltas inspirado e sem problemas no carro venceu duas delas e levou o troféu da etapa de Mato Grosso. “Quando se fala em brasileiro o nível dos pilotos é altíssimo exigindo total profissionalismo das equipes. A emoção está em cada frenagem em cada curva, em cada volta, ”. Disse Marlon que destacou sua satisfação pilotar no autódromo Bom Futuro e participar deste grande evento.

 

Estiveram participando da etapa os pilotos Alexandre Garcia, Sergio Introvini e Valdir Jacoboswiski (Jacó).

 

Repetindo o feito de 2017 o piloto também camponovense Paulo Nogueira (Fuscacross) venceu as 100 Milhas de Marcas e Pilotos em parceria com Ricardinho Benedart. “Ano passado tivemos o prazer de conquistar os três troféus: Pole, Melhor equipe e o mais importante, Campeão na categoria a AR. Este ano mudamos e fomos com um carro com motor “AP 1.6” e competimos de igual para igual com os Gols e Unos da categoria Turismo. Foi realmente espetacular”, afirmou Nogueira.

 

Este ano, mudando de categoria e competindo com motor “AP 1.6”, Nogueira estendeu o convite ao piloto campeão Paranaense Julinho Bueno da cidade de Ponta Grossa - Paraná e dividiram o cockpit do Fusca #372, conseguindo largar em segundo lugar e com um refinado jogo de equipe consagraram campeões das 100 milhas/2018, mesmo com penalização de 20 segundos.

 

Paulo Nogueira, Bicampeão das 100 Milhas de Marcas e Pilotos de Cuiabá, afirmou que foi muito tenso correr com chuva e pista molhada, principalmente contra os “feras” da categoria Turismo. “Foi realmente um prazer e um raro momento de aprendizado dividir o carro com o Julinho e acompanhar o profissionalismo da galera de Ponta Grossa, Bird Preparações. Este carro que agora representará Campo Novo no Estadual de Fuscacross irá nos trazer grandes alegrias e conquistas assim como o fez quando estava na mão da equipe #372”, afirmou Nogueira destacando que a prova foi conquistada nos detalhes.

 

A equipe contou ainda com o profissionalismo do preparador Junior Bird e do mecânico Junior Pulga da Bird Preparações (Ponta Grossa/PR) que foram auxiliados pelos pilotos Marcelo Cordeiro e Ricardo Chesco e pelo grande Passarinho, renomado “mecânico/preparador” admirado por muitas equipes e pilotos e pelos membros da CBA e FAEMT, por ter contribuído muito com o esporte de velocidade na terra no Estado.

 

As 100 milhas contou ainda com a participação de representantes da Associação de Pilotos de Sapezal (APISA): os irmãos Marcos Rossati e Pistola que não garantiram um lugar no podium por terem furado um pneu nas ultimas voltas da prova e por Rober e Patrick que tiveram problemas no câmbio. As equipes foram assessorados por Capataz, Whillian (mecânico), Nilmar e Ralf Rafael, todos pilotos na categoria FuscaCross, além de Rodolfo Compagnoni de Rondônia que teve problemas mecânicos. “Em nome do meu filho Matheus Fedrizze agradeço a todos os familiares e amigos que estiveram torcendo e acreditando que poderíamos fazer bonito em mais um evento realizado no Autódromo Bom Futuro”, finalizou Nogueira.