C CNP

COVID-19 | IFMT de Campo Novo do Parecis começa a produzir álcool 70% glicerinado para hospitais e órgãos públicos

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

As aulas presenciais continuam suspensas em todos os campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) e em toda rede de ensino do Mato Grosso, em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Porém, ainda assim, a instituição segue tendo papel relevante na sociedade, principalmente através de projetos de pesquisa e extensão. Um deles é o trabalho para a produção de álcool 70% glicerinado do campus Campo Novo do Parecis, destinado ao hospital, órgãos públicos e comunidade carente do município.

 

Devido a pandemia do novo coronavírus, os hábitos de consumo e a busca intensiva pelo álcool gel 70% fizeram com que o produto ficasse em falta em praticamente todos os supermercados e farmácias.

 

Nesse sentido, o IFMT campus Campo Novo do Parecis está produzindo álcool 70% glicerinado para distribuição gratuita em órgãos públicos e unidades de saúde do município.

 

O processo de preparação do álcool está sendo realizado no campus Campo Novo do Parecis com o envolvimento de profissionais da área de Química e de docentes pesquisadores responsáveis pelos laboratórios do campus.

 

Para o Diretor geral do campus, Fábio Luis Bezerra, este é um dos projetos que elevam a importância do IFMT para a sociedade Mato Grossense. “Iniciativas como essa mostram a qualidade dos profissionais que trabalham em nossa instituição, além do compromisso que nossa instituição tem com o bem estar de população, mesmo neste período tão complexo para nossa sociedade”, pontuou.

 

Em produção

De acordo com a professora e coordenadora do projeto, Iusseny do Nascimento Soares Souza, a produção do álcool 70% já foi iniciada. “No momento já temos 275L de álcool glicerinado a 70% prontos para distribuição, que deverá ocorrer no início dessa semana”, disse ela.

 

Segundo Iusseny, esse projeto foi pensado para atender uma demanda, diante deste cenário de pandemia que se implantou no nosso país nos últimos meses, provocando mudanças nos hábitos de consumo. “Em função disso, o álcool em gel e antissépticos foram ficando escassos das prateleiras, bem como tiveram seus preços elevados”, justificou, enfatizando que um dos principais métodos de prevenção recomendado pela OMS para evitar o contágio da covid-19 é higienizar as mãos com álcool 70%”, disse.

 

Até o final do projeto espera-se produzir pelo menos 2000L de álcool glicerinado.

 

Equipe

Os integrantes do projeto são técnicos e docentes do IFMT campus Campo Novo do Parecis. Confira a lista dos envolvidos:

Professores:

Ginia Brito de Lima;

Iusseny do Nascimento Soares Souza;

Carlos Henrique Correa dos Santos;

Simon Yukiiti Kanematsu.

Técnicos Administrativos em Educação:

Gabriela Santos Borges da Silva;

Wellington Rodrigues de Albuquerque.

 

Carla Londero – Ascom IFMT Campus Campo Novo do Parecis

Publicidade
Banner Coprodia
Publicidade
Banner Covid-19

+ Acessadas

Publicidade
Banner Covid-19