A Agro

Um dos maiores produtores de MT, Campo Novo do Parecis poderá ter safra recorde

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Produtores rurais de Campo Novo do Parecis estão otimistas com o comportamento do clima nessa safra 2018/2019. O município, que é referência no cultivo de soja na região do parecis, está com a semeadura próxima a sua totalidade, correspondente a 400 mil hectares, área que deve ser cultivada nessa safra.

 

Com chuvas regulares, são poucos os relatos de problemas de germinação, mas como em todos os anos, em pontos isolados, algumas propriedades enfrentaram a atraso das chuvas, é o que diz o produtor rural Vagner Herklotz. "Todos os anos tem locais que a chuva demora um pouco mais para começar. Em nossa região foi muito boa as chuvas, mas sabemos que produtor que teve problemas, a agricultura é assim, é uma tensão do começo ao fim, esperamos que o clima colabore nesses próximos meses, que não chova muito no período de enchimento de grão e que principalmente consigamos ter boas condições de colheita", desejou o produtor rural.

 

A exemplo de anos anteriores, os produtores rurais da região do parecis ainda dependem de outros fatores que contribuem com a produtividade das lavouras, como controle de pragas, que podem trazer prejuízos consideráveis.

 

Caso confirmada a boa produtividade das lavouras, o município de Campo Novo do Parecis deve se manter entre os maiores produtores da oleaginosa no estado, sendo que a estimativa de produção feita pelo IMEA é de 32.317,718 toneladas.

 

A safra de soja 2018/2019 que teve início seu plantio em 15 de setembro, terá suas primeiras lavouras sendo colhidas no final da primeira quinzena de dezembro, com o chamado “ciclo precoce”.

 

O produtor que optou por essa modalidade deverá já na sequência, dar início ao plantio da segunda safra.