A Agro

Problema de conectividade em Campo Novo do Parecis será discutido na Parecis SuperAgro

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Os problemas de conectividade em Campo Novo do Parecis, seja de linha de telefonia móvel ou internet, serão discutidos durante a 11ª edição da Parecis SuperAgro, que ocorre entre os dias 09 e 12 de abril. A dificuldade em acessar a internet ou conseguir fazer uma ligação via celular não atrapalha apenas o desenvolvimento da sociedade, mas também do campo, impedindo que os produtores tenham acesso a ferramentas que auxiliem na produção, no manejo, entre outras situações.

 

A Parecis SuperAgro foi lançada oficialmente na noite desta quarta-feira, 07 de março, em Campo Novo do Parecis. O lançamento reuniu organizadores, parceiros e expositores.

 

Segundo a presidente do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, Giovana Velke, diversas mudanças estão sendo realizadas na feira. Além das palestras mais técnicas e voltadas nesse ano para a tecnologia, a Parecis SuperAgro registrou ampliação do número de expositores para 140 e o auditório passará por mudanças. “A cada edição a feira sofre ampliação em seu espaço”.

 

Em 2018 a expectativa de público, como o Mato Grosso Agro já comentou, é que passem pela Parecis SuperAgro cinco mil pessoas diariamente e que sejam realizados mais de R$ 150 milhões em negócios, dos quais mais de R$ 3 milhões são esperados do leilão de gado de corte que será realizado no dia 09 de abril em parceria com a Estância Bahia Leilões.

 

Entre os temas a serem abordados nos painéis programados para a feira, de acordo com Giovana Velke, está o problema de conectividade em Campo Novo do Parecis e as soluções para tal. O assunto será tratado no dia 10 de abril.

 

“Foi um projeto piloto realizado no estado, onde nós conseguimos uma empresa de fora que viesse até aqui e levantasse os problemas do por que a nossa conectividade não funciona aqui. Não só a questão do celular, mas também a internet, e mostrar o tamanho que isso prejudica o produtor rural e a sociedade”, comentou a presidente do Sindicato Rural ao Mato Grosso Agro.

 

Outro assunto que envolve o desenvolvimento de Campo Novo dos Parecis é a realização de um fórum regional que reunirá prefeitos dos municípios vizinhos. “Pretendemos fomentar a nossa região juntos. Uma cidade colaborando com a outra”, frisou Giovana Velke.

 

Na avaliação do presidente do Sistema Famato, Normando Corral, Mato Grosso é um estado de “surpresas” e que a cada dia surpreende mais, seja em produção, desenvolvimento, entre outros.

 

Normando Corral lembrou que a vocação de Mato Grosso é a agropecuária e que é necessária à atração de agroindústrias para realizar a agregação de valor dessa produção. Outro ponto destacado pelo presidente do Sistema Famato, ao qual o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) é realizador da feira junto com o Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, e que precisa ser trabalhado é a insegurança jurídica do setor diante a legislação brasileira. Corral frisou que é preciso que haja união do setor.

 

Parceiros da Parecis SuperAgro desde 2012 a Estância Bahia Leilões será responsável pela realização do Leilão de Gado de Corte Parecis SuperAgro e pelo leilão com animais para cria, recria e engorda em prol do Hospital do Câncer, segundo Guilherme Tonhá.

 

Viviane Petroli
Mato Grosso Agro