A Agro

Parceria com Dinâmica e Stara garante prática nas capacitações que utilizam o autopropelido em Campo Novo do Parecis

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Começa nesta segunda-feira (28), mais um treinamento de aplicação de agrotóxicos utilizando pulverizador autopropelido, no Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica (CTDT), de Campo Novo do Parecis. Na semana passada foi concluída uma turma e nesta segunda (28) começa outra capacitação na mesma área.

 

De acordo com o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT), Otávio Celidonio, as aulas práticas têm contado com a parceria das fábricas e das concessionárias de máquinas e equipamentos agrícolas. “No treinamento da semana passada e neste que acontece entre os dias 28 de maio e 02 de junho, a concessionária Dinâmica, revendedora da Stara S.A. Indústria e Implementos Agrícolas, em Campo Novo do Parecis, cedeu um autopropelido para que as duas turmas pudessem fazer as aulas práticas”.

 

O gerente comercial da Concessionária Dinâmica, em Campo Novo do Parecis, Dilvar Wasen explica que esta é uma parceria onde todos ganham. Wasen explica que cedendo o pulverizador autopropelido – Imperador – 3006 – para que os participantes possam ver na prática como funciona a máquina e aprender a fazer, fazendo é uma vantagem para os revendedores. “É importante para nós porque teremos profissionais capacitados para tirar 100% do que nossa máquina oferece, garantindo assim uma boa rentabilidade. Ganhamos nós, ganha o produtor rural que terá um profissional mais qualificado e também o profissional que tem a oportunidade de aprender a teoria na prática”.

 

Neste treinamento de aplicação de agrotóxico utilizando pulverizador autopropelido, com carga horária de 40 horas, o participante tem a oportunidade de conversar sobre os conceitos de uniformidade, condições meteorológicas, equipamentos de proteção individual, tipos de pulverizadores e pulverizações e componentes do equipamento de pulverização. Além disso, também aprendem como se faz a revisão do pulverizador, manutenção dos componentes de aplicação, tabelas de pontas e mais uma dezena de outros assuntos que são abordados ao longo de 40 horas.

 

Além disso também vão aprender mais sobre saúde e segurança no trabalho, meio ambiente, definição e classificação dos agrotóxicos, toxicologia e também agente causal. O conteúdo deste treinamento inclui ainda a discussão de assuntos como ética e cidadania, meio ambiente e diversos outros assuntos relacionados com o setor.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa