A Agro

MT é responsável por quase 30% da produção nacional de soja e milho, segundo IBGE

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Um estudo sobre a produção de oleaginosas, leguminosas e cereais, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta aumento de produtividade em praticamente todas as regiões do país e que Mato Grosso é responsável por 30% da produção nacional dos três itens.

 

Segundo o IBGE, o estado teria 26,8% de participação na produção desses três produtos. No total, a região Centro Oeste deve produzir 101,6 milhão de toneladas de cereais, oleaginosas e leguminosas.

 

Com relação à soja, a estimativa do Instituto é que haja um aumento de 0,6% da produção em comparação à safra passada, o que corresponde a 27% da produção total do Centro Oeste.

 

A estimativa do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) para a produção de soja no estado é um pouco maior do que a divulgada pelo IBGE.

 

Segundo relatório emitido pelo Imea, Mato Grosso deve produzir 32,4 milhões de toneladas de soja na safra 2018/2019.

 

Segundo o IBGE, em nível nacional, a estimativa de produção para 2019 soma 117,7 milhões de toneladas. Já a área plantada é de 35,4 milhões de hectares, aumento de 0,4%. Em Mato Grosso, conforme o , a área plantada passa dos 9 milhões de hectares.

 

A incidência de chuvas contribuiu para o avanço do plantio de soja no estado e praticamente 100% das lavouras já foram semeadas.

 

Mato Grosso estimou uma produção de 466,7 mil toneladas de arroz, declínio de 7,1% em relação ao ano anterior.

 

No cenário nacional, a estimativa é de que a produção de milho gire em torno de 86 milhões de toneladas, um crescimento de 6,2%. Em toneladas, o aumento foi de 5,1 milhões, segundo o IBGE.

 

Em nível estadual, o Imea aponta um aumento de 3,43% na produção de milho e a estimativa é colher 28 milhões de toneladas do cereal.

 

G1 MT